Português Italian English Spanish

Discussão de Projeto de Lei e apresentação de atendimentos em saúde na Câmara de Vereadores de C.B.

Discussão de Projeto de Lei e apresentação de atendimentos em saúde na Câmara de Vereadores de C.B.


Carlos Barbosa – Os trabalhos realizados na noite dessa segunda-feira,10, na Câmara de Vereadores foram divididos em dois momentos. Sessão Ordinária e Audiência Pública com a apresentação do Relatório de Gestão de Saúde correspondente ao 3º quadrimestre, com a presença da Secretária Municipal da Saúde, Letícia Lusani.

Logo no início da Sessão, dois vereadores fizeram uso da Tribuna. Na 1ª Sessão do ano o Vereador Valmor da Rocha apresentou um anteprojeto de Lei buscando que o município oferecesse em casa atendimento em saúde, bem como deslocamento quando necessário de pessoas acamadas através de uma equipe qualificada para isso. Miguel A. Stanislososki rebateu o anteprojeto alertando que desde de 2017 existe já esse serviço.

Outro momento de discussão foi na aprovação do Projeto de Lei 01 que dispõe sobre a cobrança de Contribuição de Melhoria na Execução de Obras Públicas em três ruas do Distrito de Arcoverde. A bancada da situação pediu pela aprovação desse projeto que foi rebatido pela oposição uma vez que, segundo o líder, Vereador Everson Kirch, não tinha dados suficientes para avaliar o projeto.

 

No segundo momento da noite, a Secretária Municipal da Saúde, Letícia Lusani esteve apresentando os números relativos aos serviços oferecidos em saúde no município relativos aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. Como destaque, o Poder Público investiu nesse período pouco mais de 18% do seu orçamento. O que chamou atenção no relatório foi o número de agendamentos feitos e não comparecidos. Ao total do quadrimestre foram 2502 agendamentos não comparecidos o que representa um prejuízo de mais de 100 mil reais.