Português Italian English Spanish

Aulas presenciais são suspensas por juíza no Estado

Aulas presenciais são suspensas por juíza no Estado


Suspensão ocorre enquanto estiver com bandeira preta

Porto Alegre - As aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul estão suspensas enquanto estiver vigente a bandeira preta no sistema de distanciamento controlado. A decisão foi tomada pela juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre.
A juíza explica que esta decisão é uma contradição à reabertura de escolas no Estado em um momento de superlotação nos hospitais. As escolas mantiveram-se fechadas durante quase um ano e que retomar as atividades presenciais no pior cenário da pandemia viola direitos constitucionalmente protegidos, como o direito à saúde, à vida e à dignidade humana, afirma ela. 
 O Estado havia autorizado atividades de Educação Infantil e para 1º e 2º anos do Ensino Fundamental durante a bandeira preta. Porém, a juíza considera que mesmo as crianças nesta idade apresentam menos riscos à doença, os profissionais envolvidos na educação, os familiares e o restante das pessoas seriam colocadas em risco.