Português Italian English Spanish

Governo libera saques de R$1.045 do FGTS a partir de junho

Governo libera saques de R$1.045 do FGTS a partir de junho


A liberação dos saques do FGTS e o auxílio emergencial que deve beneficiar 54 milhões de pessoas

O Governo Federal extinguiu o PIS-Pasep e liberou a retirada de até R$ 1.045 de cada Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A medida provisória (MP), foi publicada na noite desta terça-feira,07, em edição extra do Diário Oficial da União, o objetivo é amenizar a crise decorrente a pandemia do coronavírus.
Para quem possui mais de uma conta de FGTS, os saques ocorrerão, primeiro, naquelas vinculadas a contratos de trabalhos já extintos, com início pela conta que tiver menor saldo. 
O valor será transferido no dia 31 de maio, mas os saques serão liberados a partir do dia 15 de junho. A quantia, de no máximo R$1.045, estará disponível até 31 de dezembro. 
Os saques serão efetuados conforme cronograma e critérios estipulados pela Caixa Econômica Federal. Para quem possui conta no banco terá crédito automático e titulares de outras instituições financeiras também podem solicitar o débito em conta, sendo gratuito.
A medida provisória assegura que o patrimônio acumulado nas contas individuais do PIS-Pasep ficará preservado. De acordo com o Ministério da Economia, será transferido os valores destes programas para o FGTS por ter sido um recurso utilizado para injetar dinheiro na economia.
Por se tratar de uma Medida Provisória, a determinação tem ampliação imediata, mas precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional em até 120 dias.