Português Italian English Spanish

Jovens adultos são os mais contaminados pelo coronavírus em Garibaldi

Jovens adultos são os mais contaminados pelo coronavírus em Garibaldi


Mais de 90% dos contaminados estão curados  no município

Garibaldi- Atenta ao panorama de Garibaldi em relação à Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) busca manter ações constantes para o combate à disseminação da doença. Além das inúmeras atividades informativas, articulação de medidas para o atendimento adequado aos pacientes e ampla testagem, a SMS também monitora as estatísticas dos casos no município.

Desde o registro dos primeiros casos, em março, a Vigilância publica diariamente o Boletim Epidemiológico. O levantamento, que pode ser encontrado no site da Prefeitura (http://www.garibaldi.rs.gov.br/informacoes/noticias/informativo-epidemiologico---coronavirus/), visa apresentar de forma transparente os dados para a comunidade, além de analisar a possibilidade de ações, conforme o acompanhamento da ocorrência dos casos.

Dos 565 casos contabilizados no município até esta terça-feira, 30, 95% estão curados. Por outro lado, Garibaldi voltou a apresentar uma crescente no número de casos, o que não ocorria no município desde maio, no comparativo semanal.

Recentemente também foi apresentado gráfico semanal com o número de novos casos por faixa etária e gênero, o que apontou que a maioria dos contaminados residentes no município são pessoas com idade entre 20 e 39 anos.

Conforme a médica responsável pela Epidemiologia da SMS, Natália Rodighero Leal, jovens adultos podem estar mais acometidos pois estarem ativos trabalhando ou por se exporem em outras atividades. “As pessoas precisam perceber que a contaminação não vai atingir apenas a si, mas a toda a sua família”, destaca a médica.

A recomendação é reforçada por outro dado: o maior número de pessoas contaminadas que necessitaram de internação hospitalar abrange outra faixa etária, dos 40 aos 49 anos.

“Por isso, mais uma vez pedimos que a população não relaxe nos cuidados e circule apenas onde é necessário”, afirma a secretária municipal da Saúde, Simone Agostini de Moraes. “Não é momento para festas e encontro entre amigos, isso pode esperar. O momento pede seriedade, precisamos agir juntos para alcançar resultados para toda a região.”