Português Italian English Spanish

Prefeito Alex Carniel fala à Rádio Estação FM sobre os 100 dias de governo

Prefeito Alex Carniel fala à Rádio Estação FM sobre os 100 dias de governo


O Executivo garibaldense tem conseguido algumas conquistas

Garibaldi- O prefeito de Garibaldi, Alex Carniel, em conversa no programa Café  com Notícias na  manhã desta quinta-feira,15, falou sobre os 100 primeiros dias de seu governo. Ele falou de ações e fez um balanço, destacando que encontrou sérios problemas, especialmente no que se refere as finanças, algo que não condiz com o que foi relatado pelo governo anterior, que teria deixado um bom valor no caixa da prefeitura.

“Nestes  primeiros meses de nosso governo, eu e o vice-prefeito Sérgio Chesini, temos trabalhado muito para ajustar muitos problemas. Infelizmente, pegamos a prefeitura em um período crítico de pandemia, mas estamos conseguindo atender as demandas da população de Garibaldi, especialmente no que se refere a área da saúde”, comentou Carniel.

Ele  referenciou a conquista por mais leitos de UTIs junto ao Hospital Beneficente São Pedro e outras do Executivo. O município de Garibaldi é  referência no sistema de vacinação que foi adotado, tendo montado um local junto ao Ginásio de Esportes para a vacinação das pessoas.

Lamentou que algumas demandas não estão sendo atendidas, especialmente em obras e atendimentos ao interior, pois os maquinários não estão nas melhores condições. “Precisamos adquirir máquinas que nos ofereçam condições de dar um suporte nestas áreas. Já estamos trabalhando para isso, pedimos a compreensão das pessoas”, solicitou ele.

Carniel falou ainda de algumas conquistas nestes cem dias, citando entre elas, um pedido feito à Companhia Riograndense de Saneamento-Corsan. “Nós temos em Garibaldi alguns pontos de entrada de esgoto na barragem da Corsan, e  já solicitamos um estudo para que isso seja resolvido. Os trabalhos de limpeza, com a retirada das conhecidas marrequinas e outros dejetos, já estão acontecendo. Isso se arrasta por muitos anos e estava na hora de dar uma solução para isso. O povo não aguenta mais”, comentou o prefeito.  (Ouça  o áudio)