Português Italian English Spanish

Triatleta barbosense se destaca em prova estadual

Triatleta barbosense se destaca em prova estadual


Maribel Bortolotto pratica o esporte que une natação, ciclismo e corrida há pouco mais de um ano e meio

Carlos Barbosa - Praticar um esporte que alie três modalidades como natação, ciclismo e corrida, independente se de maneira profissional ou amadora como o triathlon, é para poucas pessoas. Em Carlos Barbosa, Maribel Bortolotto resolveu encarrar esse desafio e mesmo em meio a tantas atividades pessoais no seu cotidiano, consegue tempo para treinar para as provas e seu esforço vem sendo recompensado com resultados significativos. 

No último final semana, Maribel esteve em Pelotas para a disputa da 1ª etapa do Campeonato Gaúcho, na praia do Laranjal, a terceira prova oficial no currículo.  Ela encarou a modalidade sprint, que contou com 750m de natação, 20km de bike e 5km de corrida, em um tempo final de 1h22min48s, o que garantiu o segundo lugar, apesar das adversidades enfrentadas no decorrer da disputa. 

"Senti uma dificuldade, mas estava confiante, não no sentido de colocação ou pódio e sim, de conseguir  ntregar um pouco mais do que já tinha feito antes por estar mais preparada. Na natação, a água era muito rasa, tinha bastante vento e muita marola, além de ter sido a primeira vez que nadei em águas abertas. O restante da prova fui buscando um tempo melhor, na corrida percebi que estava em segundo lugar e aí eu sofri para manter porque eu estava fazendo força para não perder ele e deu certo", ressalta. 

O triathlon entrou na vida de Maribel durante a pendemia e como um desafio e de forma amadora. "Há pouco mais de um ano e meio, me deu vontade de fazer algo de superação pessoal. Me identifiquei com o triathlon, que é um esporte com três modalidades. Comecei a treinar e tive uma lesão no decorrer do processo. Mas deixo claro que sou amadora, trabalho e faço o esporte nos meus horários livres", recorda.

Para ser triatleta, além de encarar a natação, ciclismo e corrida, a parte mental é algo que ajuda bastante no decorrer das provas, já que as dores durante as provas não passam despercebidas. Isso é ressaltado pela barbosense. "Na corrida tenho alguma dificuldade, mas é não física, e sim mental, pois é um grande esforço", aponta. 

Maribel já tem um novo desafio marcado. Ela está inscrita para o meio Ironman em Florianópolis em abril com 1,9km de natação, 90km de ciclismo e 21km de corrida. E no futuro, os planos são audaciosos, como a disputa do Ironman completo.