Português Italian English Spanish

Estado prepara estratégias de enfrentamento da varíola dos macacos

Estado prepara estratégias de enfrentamento da varíola dos macacos


Ações foi definidas em reunião da equipe diretiva da Secretaria Estadual da Saúde (SES)

Porto Alegre - Devido ao aumento de casos de monkeypox, a varíola dos macacos, no território gaúcho, a Secretaria da Saúde (SES) prepara estratégias para o enfrentamento da doença, com foco em vigilância em saúde e prevenção. Em reunião na quarta-feira (3), a equipe diretiva da SES ressaltou a necessidade de agregar diversos segmentos da sociedade civil para acompanhar a evolução da monkeypox no mundo, preparar a rede de assistência à saúde, sensibilizar os municípios ao diagnóstico da doença, entre outros, assim como ocorreu no enfrentamento à covid-19, desde o início do surgimento da doença.

A ideia é trabalhar com o Centro de Operações de Emergência (COE) já constituído para a covid-19, mas buscando novos parceiros externos que tenham relação com a monkeypox, como, por exemplo, sociedades de dermatologia. Dentro do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), este trabalho de monitoramento das doenças é permanente, mesmo antes de existir registro da circulação no Estado.

A Serra Gaúcha já teve o registro de três casos confirmados da doença, dois em Caxias do Sul e um em Garibaldi, ambos com os pacientes já curados, que somado aos do Estado chegam a 12.